segunda-feira, 16 de julho de 2018

Donas do Ar - Avianca Brasil Promovendo Equidade de Gênero





Avianca formou a primeira turma de pilotos composta exclusivamente por mulheres.
O Programa Donas do Ar é um programa que tem como ação promover a equidade de gênero no ambiente de trabalho. Nessa primeira turma, dezesseis mulheres concluíram o treinamento.
O evento de formatura contou com um painel que discutiu a equidade de gênero no mercado de trabalho e teve a participação de mulheres que são referências como a executiva Mônica Sousa, a comandante da Avianca Brasil Jaqueline Gugliemi, Patricia Nicieza, diretora de RH da empresa e Glória Maria, jornalista.
Essa é mais uma assertiva ação da Avianca, promovendo a igualdade, a inserção, a inteligente governança, mostrando dessa forma a diferença em ser uma empresa participativa, integrada aos avanços não somente tecnológicos mas principalmente humanizando todos os seus departamentos e elencos.
Parabéns Avianca Brasil!









sexta-feira, 13 de julho de 2018

A Bahia abrirá as portas para o XXXV Congresso Nacional ABRAJET





Acontecerá de 22 à 26 de Agosto em plagas soteropolitanas, terra dos laços de fitas, do povo de alma festiva, mais uma edição do Congresso Nacional da Associação Brasileira de Jornalistas Especializados em Turismo.
Em Salvador, na “Senhora Dona Bahia”, cidade mãe, berço genuíno de ilustres filhos, de brasileiros baianos, de homens das letras, de Castro Alves, Ruy Barbosa, Machado de Assis, do Amado Jorge, Gregório de Matos, João Ubaldo, Dorival Cayme, Milton Santos; Salvador da Dulce, Irmã dos podres, de Gil e dos Veloso, Caetano, Betânia e Dona Canô, dos quilômetros de praias, do sol o ano inteiro, do mar que quebra na areia, das águas mornas. Dos tambores do Olodum, da Liberdade do Ilê, do povo feliz.






A Abrajet Nacional lá aportará pela segunda vez para saber o que a Bahia tem.
Sabores, cheiros, cantos e encantos que fazem de Salvador a cidade luz, com o azul mais azul dos céus de brigadeiro.

Serão cinco dias de Congresso com Jornalistas de vários veículos, de todo território brasileiro.













Segundo a Presidente Nacional Mirian Petrone, o XXXV Congresso Nacional da ABRAJET é tido como um diferencial para os Estados que querem ser divulgados no cenário Nacional e Internacional através do jornalismo especializado em turismo.








Na terra do branco mulato, na terra do preto doutor, os dias serão de programação intensa de imersão cultural, de conhecimentos e gastronômica com experiências sensoriais envolventes de gostos, texturas e perfumes que estabelecem conexões da sua rica culinária miscigenada.  








Salvador da boa chegada e do Bonfim mostrará mais uma vez a hospitalidade ímpar e seus inúmeros atrativos nesses cinco dias para vários olhos do Brasil no XXXV Congresso Nacional ABRAJET 2018.



Programação

22.08 – Quarta-feira
07:00 – Café da Manhã
08:00 – Reunião do Conselho
** Chegada dos demais associados
20:00 – Coquetel de Boas Vindas

23.08 – Quinta – feira
07:00 – Café da Manhã
09:00 - Abertura Oficial do Congresso - Wish Hotel Bahia
10:00 – Palestra
12:00 – Almoço Palestra
14:00 – Visita Técnica pela Cidade
19:00 – Jantar / show – Coliseu Pelourinho

24.08 – Sexta-feira
07:00 – Café da Manhã
08:30 – Assembleia Geral – Wish Hotel Bahia
12:00 – Almoço – Senac
14:00 – Eleição da Nova Diretoria – Wish Hotel Bahia
19:00 – Jantar – Cantina da Lua – Vila Caramuru

25.0 – Sábado
07:00 – Café da Manhã
08:00 – Saída para Camaçari
09:00 – Projeto Tamar e Aldeia Hippie
12:00 – Almoço – Empório Jacuípe
14:00 – Terreiro e Outlet para compras
20:00 – Jantar de Encerramento

26.08 – Domingo
07:00 – Café da Manhã e check-out - retorno






quinta-feira, 5 de julho de 2018

Palma de Maiorca dificulta o overturism





Palma de Maiorca proíbe locação de imóveis no centro da cidade, por sites de aluguel de temporada.
Uma sessão plenária local confirmou a restrição nessa última quinta-feira 28 de Junho.
Essa atitude é um exemplo de como destinos em todo o mundo estão tentando diminuir as consequências do turismo de massa.
Em pleno auge do verão no Hemisfério Norte, uma das cidades mais procuradas do país, Maiorca recebe um grande volume de turistas de todo o mundo através também de sites como Airbnb.
Somente longe do centro urbano essas residências poderão ser locadas para visitantes e a multa pode chegar a 40 mil euros.

A decisão do governo local foi tomada após constatarem que a oferta de imóveis para locação turística aumentou 50% entre 2015 e 2017, alcançando mais de 20 mil unidades. Somente 645 dessas residencias possuem licença oficial para receberem hóspedes. O turismo representa 40% da economia da capital das Ilhas Baleares.

Ao jornal espanhol "El País", o prefeito de Palma, Antoni Noguera, disse acreditar que a iniciativa, pioneira no país, será um exemplo para outras cidades espanholas que sofrem com o chamado overtourism. Uma delas é Barcelona, onde grupos locais voltaram a se manifestar contra os turistas, como fizeram há um ano.

Quem começou a impor também restrições foi Madri. Autoridades da capital espanhola querem impedir que residências sejam alugadas a turistas por mais de 90 dias do ano e blocos de apartamentos inteiros não poderão mais ser acomodações de visitantes, a menos que o prédio seja licenciado como Hotel.

Ações efetivas e pontuais só poderão ser feitas com a participação do governo municipal,  com o trade e principalmente com os munícipes para que haja sempre uma linha de entendimento forte e participativa.

Esse exemplo deveria ser copiado em vários estados, destinos no Brasil como Búzios, Cabo Frio e tantos outros que se não se atentarem logo para barrar o overturism, estarão brevemente na lista dos destinos não recomendados.











quinta-feira, 28 de junho de 2018

Receita cambial do turismo cresce 6,7% no acumulado do ano



Pelo segundo mês consecutivo, os gastos dos turistas internacionais no Brasil tiveram desempenho superior ao registrado em 2017. Depois do desempenho excepcional de abril, quando a receita cambial do turismo aumentou 19,63% em relação ao ano passado, em maio a variação ficou positiva em 2,3%, subindo de US$ 419 milhões para os atuais US$ 429 milhões.
No acumulado de janeiro a maio os gastos dos visitantes estrangeiros cresceram 6,71%, alcançando US$ 2,86 bilhões contra os US$ 2,68 bilhões do ano passado, segundo dados divulgados pelo Banco Central. Apesar da variação positiva, maio foi o único mês do ano no qual o crescimento foi de apenas um dígito. Com exceção de março, quando houve queda, os demais meses registraram crescimento de dois dígitos em relação aos resultados de 2017.
“Temos trabalhado fortemente para ampliar cada vez mais a presença de turistas estrangeiros em solo brasileiro porque eles trazem novas divisas para o país e esses números mostram que estamos no caminho certo e que iniciativas como a facilitação de vistos para americanos, canadenses, australianos e japoneses foi acertada”, comentou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.
Os gastos de brasileiros no exterior também apresentaram crescimento em maio, de 7,95%, e no acumulado do ano, de 10,83%. A despesa cambial do turismo aumentou de US$ 7,29 bilhões para US$ 8 bilhões de janeiro a maio deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. Em maio, cresceu de US$ 1,49 bilhão para US$ 1,6 bilhão.  As estatísticas do Banco Central referem-se a gastos com cartões de créditos e trocas cambiais oficiais.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Onde foi parar a Civilidade?



por Andréa Nakane*
Não é possível ficar imune ao papelão ridículo que os brasileiros estão protagonizando na Copa do Mundo de Futebol da FIFA, na Rússia. Não.. não estou comentando sobre a atuação dos jogadores, mas sim dos turistas brasileiros que estão por lá. Os vídeos estapafúrdios, de constrangimento e assédios de todos os tipos, surgem um atrás do outro, demonstrando a total falta de educação, respeito e civilidade que estão sendo expostas por esses nossos conterrâneos. É um mix de total falta de empatia, de misoginia pura, bullying e machismo em elevadíssimas dosagens.
Em época de conexões em tempo real, estamos conseguindo acompanhar a vergonha nacional e quiçá mundial, que esse bando de bárbaros que nasceram no Brasil estão disseminando de forma irresponsável e cruel. A imagem que o brasileiro tem no exterior, é em muitas situações, péssima, e atitudes como as que estão sendo viralizadas pela web, não nos dá nem chance de buscar justificar os fatos, já que os mesmos, na ótica de pessoas íntegras e de caráter não são passiveis de explicações.
Muitos dos atores de tais obscenidades comportamentais, agora estão reclamando, que estão sendo vítimas de perseguições, de julgamentos e, que tiveram suas vidas atingidas por tais situações filmadas sem constrangimentos. Alguns já estão sendo alvos de demissões e até de instauração de inquéritos administrativos, por ocuparem cargos públicos. Ora, na hora de encabeçar tais atrocidades, nenhum dos envolvidos pensou na situação despudorada que estavam promovendo. Nenhum deles pensou nas consequências… e muito menos pensaram nas moças e crianças envolvidas e ofendidas em tais circunstâncias.
ORA, NA HORA DE ENCABEÇAR TAIS ATROCIDADES, NENHUM DOS ENVOLVIDOS PENSOU NA SITUAÇÃO DESPUDORADA
Na vida há sempre consequências e nada passa em vão. Esses brasileiros que desonraram toda uma nação, merecem sim todo o constrangimento que foram içados para justamente poderem quem sabe, se realmente tiverem massa encefálica, refletirem sobre suas atitudes perversas e insensatas.
Os episódios transcorridos também resgatam a questão que a educação formativa, com direito a ensino superior, não está atrelada a etiqueta e muito menos a civilidade. Há um grande gap nessa relação e as empresas que tem essas criaturas como colaboradores perceberam o quanto essa ligação pode ser perigosa para sua reputação e por isso mesmo buscam ter atitudes de repressão, até porque independente, de estarem em seu momento de lazer, o vínculo empregatício, diz muito sobre quem contratou essas pessoas.
E para finalizar… mais uma vez o Turismo foi largado em mãos de … Amadores (sic) e criaturas sem a menor compostura! Um dos fanfarrões de um dos vídeos foi Secretário de Turismo de Ipojuca, em PE… Não quero nem imaginar a lambança que fez frente a pasta… Ipojuca não merecia tal exposição tão depreciativa!
Meu maior receio é que a Copa está no início e ainda temos pelo menos três semanas de competição… e sinceramente….  nossa vergonha pode exponencialmente aumentar!
*Andréa Nakane – É doutoranda em comunicação social e sócia-diretora da empresa Mestres da Hospitalidade cujo expertise é em inteligência estrategista em eventos corporativos, Cerimonial e Protocolo e capacitação do talento humano na área da Hospitalidade. É autora de diversos capítulos e livros na área de turismo e eventos. Tem formação multidisciplinar, com 24 anos de experiência profissional acumulada em vivências nas áreas de hotelaria, turismo, indústria, cerimonial e educação.

domingo, 17 de junho de 2018

Concurso Mundial de Azeite, o NYIOOC premia Azeite do Brasil







Concurso Mundial de Azeite, o NYIOOC World Olive Oil Competition, considerado o maior e mais prestigiado concurso de qualidade de azeite do mundo, realizado em Nova Iorque premiou o Azeite brasileiro, de Poços de Caldas no final de Abril.

O olivicultor e azeitólogo, Moacir de Carvalho Dias, recebeu uma das maiores classificações de azeite do mundo na categoria blend, qualidade produzida na fazenda da família. O azeite do poços-caldense disputou com mais de mil amostras.

O olivicultor ficou surpreso com o resultado, pois o azeite Irarema é o primeiro produzido por ele, de uma lavoura de apenas dois anos. Depois que moeu os frutos, decidiu enviar as amostras para o concurso, mas sem pretensão alguma de premiação. “A mistura das cultivares produzidas na propriedade agradou o paladar dos jurados. Eu não esperava por este resultado, tanto é que competi com professores meus da Europa, produtores que estão no mercado há mais tempo e, de repente, a mistura que desenvolvi aqui foi a melhor da categoria. Fiquei muito feliz com o prêmio”, comemora o olivicultor.

O azeite extra virgem  produzido é o resultado de dois anos de trabalho na Fazenda Irarema que, desde 1870, tinha o café como o carro chefe da propriedade. Além da plantação de oliveiras, a fazenda recebeu uma grande estrutura para a produção do azeite, que vai desde a colheita, processamento dos frutos, moagem, armazenamento e vazão do produto.


A primeira produção rendeu apenas 27 litros de azeite mas, para a próxima safra, a expectativa é de uma produção de 1.800 a 2 mil litros, podendo chegar futuramente a até 80 mil litros.
O maquinário, importado da Europa, hoje atende não só a demanda da fazenda bem como aos produtores da região que não têm onde extrair o azeite. Um investimento de família que já começa a dar bons frutos.

A produção de azeite vem crescendo em Poços e região, chegado aproximadamente a 40 produtores.


Equador agora cobra seguro viagem




Após a exigência de países europeus, além de Cuba e Venezuela, agora o Equador está cobrando seguro viagem de turistas que desejam entrar em seus territórios. A obrigatoriedade está se tornando uma tendência mundial, e tem como objetivo reduzir imprevistos de viajantes.
“É preciso muita atenção antes de embarcar. Cada país possui uma exigência e por isso é fundamental manter-se atualizado para não ser surpreendido ou até mesmo não conseguir completar a sua viagem. Além disso, também vale fazer uma busca sobre o preço de despesas hospitalares, que são muito altas em alguns países. Independentemente da obrigatoriedade, um seguro viagem pode ser essencial para assistência caso um imprevisto aconteça”, afirma o country manager para o Brasil da Assist Card, Alexandre Camargo.
A obrigatoriedade no Equador foi estabelecida em fevereiro deste ano, de acordo com a Lei Orgânica da Mobilidade Humana, que estabelece que qualquer pessoa que entre no país tenha um seguro de saúde público ou privado durante a estadia. Os demais países que exigem o seguro são Cuba, Dubai, Rússia, Argélia, Irã, e os que fazem parte do Tratado de Schengen, um acordo assinado por alguns membros da comunidade europeia. Neste último caso, os países de Schengen exigem um seguro com cobertura de, no mínimo, 30 mil euros.
“Percebemos que a consciência sobre a importância do seguro está crescendo. Os nossos passageiros estão cada vez mais preocupados não apenas com o aumento das exigências, como também com os elevados custos que podem vir a ter caso algo inesperado aconteça”, destaca o executivo.
MEDICAMENTOS
Para quem usa medicamentos regulares é importante levar para a viagem uma prescrição médica traduzida, pois há possibilidade de acontecer uma fiscalização sanitária. Os remédios devem ser levados na bagagem de mão e dentro das caixas originais. “Nota-se como o planejamento para uma viagem internacional é essencial, não apenas pelas exigências e segurança, mas também para a garantia de que a viagem será realmente aproveitada”, finaliza.